Gente e Negócios, Notícias, Saúde e bem estar

Campina Grande do Sul recebe 3ª etapa da corrida Cross Country Uninter

Corrida acontece no dia 16 de setembro; inscrições devem ser realizadas até o dia 14

Estão abertas as inscrições para a 3ª etapa da corrida Cross Country Uninter, que acontece em Campina Grande do Sul, região metropolitana de Curitiba, no dia 16 de setembro. Cross Country é uma modalidade de corrida em terreno aberto ou acidentado e, nessa edição, terá lugar na Igreja de Mandassaia, percurso inédito. As duas etapas anteriores foram realizadas no Parque Newton Puppi e na Cambanha Mirantem, localizados na cidade de Campo Largo.

Os corredores podem se inscrever nas categorias masculino e feminino para as distâncias de 6 ou 12 km. O evento também conta com a modalidade especial kids, para crianças entre 4 e 12 anos de idade. A abertura da arena vai ocorrer às 7h, sendo que a corrida kids inicia às 8h30 e a largada dos adultos é única, às 9h.

Interessados podem se inscrever pelo site esportepraviver.com.br até o dia 14 de setembro. Os ingressos estão no segundo lote e o valor vai de R$ 74,90 até R$ 104,90 para adultos e de R$ 25 até R$ 55 para crianças. Os grupos de corrida devem se inscrever diretamente com a organização do evento. Caso ainda haja vagas, é possível se inscrever presencialmente no dia 15, durante a distribuição dos kits do corredor.

Prêmio Esporte Pra Viver

Serão premiados com troféus os cinco melhores colocados nas faixas etárias (6 e 12 km), no feminino e masculino, além dos três maiores grupos de corrida. Todos os corredores devidamente inscritos receberão medalha de participação.

Os primeiros colocados também serão premiados na Festa Esporte Pra Viver, promovida no dia 24 de janeiro de 2019, no Restaurante Madalosso, em Curitiba. A festa é organizada pelo NossoTIME Projetos Esportivos e reúne atletas de destaque nas corridas de 2018.

Sobre o Grupo Uninter

O Grupo UNINTER é o maior centro universitário do país, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).  Sediado em Curitiba – PR, já formou mais de 500 mil alunos e, hoje, tem mais de 200 mil alunos ativos nos mais de 200 cursos ofertados entre graduação, pós-graduação, mestrado e extensão, nas modalidades presencial, semipresencial e a distância. Com mais de 700 polos de apoio presencial, estrategicamente localizados em todo o território brasileiro, mantém quatro campi no coração de Curitiba. São 2 mil funcionários trabalhando todos os dias para transformar a educação brasileira em realidade. Para saber mais acesse uninter.com.

3ª etapa Corrida Cross Country Uninter – Campina Grande do Sul

Data: 16 de setembro, com abertura da arena às 7h.

Local: Igreja de Mandassaia – Campina Grande do Sul.

Modalidades: 6 km, 12 km e corrida kids.

Premiação: medalhas de participação para todos os corredores devidamente inscritos e troféus para os cinco primeiros em todas as faixas etárias (6 e 12 km), além de troféu para as três maiores equipes.

Inscrições: pelo site esportepraviver.com.br até o dia 14 de setembro e presencialmente no dia 15.

Mais informações: NossoTIME Projetos Esportivos (3018-7659).

Anúncios
Notícias

Humanidade e alteridade: para onde caminhamos?

Andar pelas calçadas e ser abordado por alguém que pede ajuda, esmola, comida, é um fato que tem sido cada vez mais recorrente no dia a dia de pequenas e grandes cidades do Brasil e do mundo.  A migração interna e externa por conta de guerras e regimes políticos expõe, igualmente, a situação de descaso com a humanidade reproduzida mundialmente. A busca por melhores condições de vida e por dignidade leva grandes contingentes populacionais a se arriscarem por caminhos perigosos que podem jamais ter volta. Por outro lado, nota-se a preocupação individual e de nações na proteção de suas fronteiras para dificultar e mesmo proibir a entrada de imigrantes.

Assim, perto e longe de nós ocorrem fatos que expressam total desprezo e indiferença para com o ser humano. Ao mesmo tempo que chocam, também podem levar à banalização do absurdo, do insano, do desrespeito pelo outro e pela humanidade compartilhada entre os semelhantes. A excessiva concentração de renda, o individualismo, a egolatria (culto a si mesmo), a extrema desigualdade, elementos caraterísticos do nosso tempo, podem ser citados para buscar uma explicação do avanço da indiferença e do desprezo pelo ser humano, sobretudo, o mais marginalizado, aquele que não se encaixa nos padrões considerados “normais” em determinado contexto.

Nesse sentido, tende-se a responsabilizar apenas o indivíduo pelo seu sucesso ou fracasso total, como se o contexto e as condições históricas dependessem unicamente do sujeito. Nos discursos e nas atitudes mais comuns do nosso cotidiano impõem-se modos de pensar e agir que são considerados “normais” e “naturais”, os quais consideram o sujeito como um ser de performance, que precisa constantemente de upgrades, para que não se torne descartável. Crescer como indivíduo, aprender, formar-se numa perspectiva integral é sem dúvida uma questão fundamental para o ser humano. Mas qual o sentido e a própria possibilidade dessa formação, se ela for pensada e realizada exclusivamente no plano individual?

Nessa perspectiva, o filósofo franco-lituano Emmanuel Lévinas afirma que o desenvolvimento do mundo humano só é viável se encontrarmos, a todo momento, alguém que possa ser responsável pelo seu semelhante. Assim, o outro deixa de ser considerado um adversário que compete, atrapalha ou impede o desenvolvimento da liberdade individual, e se torna condição para o reconhecimento e a valorização da existência do ser humano. Ou seja, somos humanos, na medida em que manifestamos o nosso cuidado pelos outros seres humanos.

Quando vivenciamos catástrofes, calamidades, guerra, terror, horror, podemos ter como decorrência tanto o despertar de ações solidárias, como de recrudescimento e medo. No segundo caso, os mais necessitados, os “sem rosto”, os não reconhecidos acabam esquecidos e deixados à margem. O que fazer diante do avanço da intolerância, da arrogância, do desprezo ao outro? O fato de negar hoje a responsabilidade pelo outro pode ter como consequência ser o “outro” esquecido de amanhã.

Autor: Prof. Dr. Luís Fernando Lopes, filósofo, teólogo e coordenador do curso de licenciatura em Filosofia do Centro Universitário Internacional Uninter.

Funny - Divirta-se, Gente e Negócios, Notícias

Fernanda Abreu apresenta pocket show gratuito no Conexão Shopping Curitiba

Aberta ao público, apresentação acontece no dia 19 de setembro

A cantora Fernanda Abreu chega a Curitiba com sua turnê “Amor Geral”. O pocket show, que celebra o amor através da música e da dança, acontece no dia 19 de setembro, às 19h, e faz parte do Conexão Shopping Curitiba, projeto que conta com a parceria da Rádio Transamérica Light.

O repertório traz músicas do álbum “Amor Geral” e também grandes sucessos que marcaram sua carreira ao longo dos anos, como Rio 40 Graus, Veneno da Lata e Garota Sangue Bom. A cantora iniciou carreira solo na década de 1990, mas antes disso já fazia sucesso com seus vocais na banda Blitz.

A apresentação acontece no Largo Curitiba (piso L2), dentro do shopping. Os fãs que querem garantir um registro ao lado da artista podem aproveitar a sessão de fotos. Haverá distribuição de senhas (limitadas), que devem ser retiradas no dia, a partir das 10h, na recepção do shopping, no piso L3.

Novidade na edição

O Conexão Shopping Curitiba de setembro tem uma novidade que vai agradar ao público: antes da apresentação da Fernanda Abreu, sobe ao palco Anna Ratto, que comanda um pocket show especial, abrindo a noite, das 18h às 18h40.

Na ocasião a cantora e compositora apresenta seu álbum “Tantas”, em que dá voz à canções de outros compositores.

Sobre o “Conexão Shopping Curitiba”

Com o objetivo de viabilizar encontros e aproximar artistas de seus fãs na capital paranaense, o “Conexão Shopping Curitiba” é um projeto musical gratuito e aberto ao público, resultado de uma parceria entre a Rádio Transamérica Light e o Shopping Curitiba.

As apresentações, os bate-papos e os pocket shows acontecem mensalmente e são transmitidos ao vivo na frequência FM 95.1 e pelas redes sociais da rádio, para todo o país. Já passaram pelo palco do Conexão artistas como Juca Novaes, Jane Duboc, Sergio Sá, Paulinho Moska, Paulo Ricardo, Kiko Zambianchi, Luiza Possi, a inglesa Jesuton, entre outros.

Serviço

O que: “Conexão Shopping Curitiba” com Fernanda Abreu

Quando: dia 19 de setembro, às 19h

Abertura: pocket show com Anna Ratto, das 18h às 18h40

Quanto: entrada gratuita e aberta ao público

Local: Largo Curitiba –  piso L2

Shopping Curitiba

Rua Brigadeiro Franco, 2.300.

Curitiba (PR)

(41) 3026-1000www.shoppingcuritiba.com.br

@ShoppingCtba | www.facebook.com/ShoppingCuritiba

Notícias, Outros

ENEM 2018: entender a prova é mais importante do que estudar exaustivamente, aponta especialista 

Prova exige resistência mental para ler textos longos sem ser vencido pelo cansaço; treinar desempenho em testes pode ser mais eficaz do que estudar horas por dia

Em 2018, a prova do ENEM será mais longa do que nos últimos anos. Conhecida por enunciados longos, que misturam interpretação e resolução de problemas do cotidiano, a prova exigirá mais preparo emocional e resistência física dos estudantes. Em comunicado, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) reforça que a ampliação do tempo não significará um exame necessariamente mais difícil.

Para Dinamara Machado, doutora em Educação e Diretora da Escola de Educação do Centro Universitário Internacional Uninter, a mudança é positiva, pois vai, em outra medida, aliviar a ansiedade dos estudantes que ficam tensos por não conseguir responder a prova a tempo.

“Cada vestibular tem suas peculiaridades. Por isso sempre dizemos que o estudante se prepara para representação social daquele curso, não para o vestibular. O ENEM é um exame de resistência, que força menos no nível de dificuldade das questões, mas pede mais atenção e interpretação. Ou seja, mais tempo para refletir”.

Por não trazer questões como FUVEST ou IME, muitos estudantes acabam errando ao se preparar para a prova, esquecendo que será necessário um alto nível de concentração para conseguir analisar com assertividade os enunciados. “A entrega que o ENEM exige é outra:  o estudante precisa trabalhar desde já sua capacidade de ‘limpar’ seu espaço mental para iniciar outra questão e conseguir chegar ao fim da prova com uma boa reserva de esforço e absorção”, avalia Dinamara.

Para quem fará o ENEM este ano, Dinamara lista algumas dicas de preparação para a prova:

 1.    Refaça os testes dos anos anteriores 

De acordo com Dinamara, é importante que os estudantes estejam habituados  à linguagem e ao estilo da prova (gráfico, textos grandes para o enunciado). “Cada exame tem sua forma de dialogar: prepare-se para entender a linguagem, como as questões são feitas e o que será pedido de você. Isso não muda de um ano para o outro. É uma marca da prova. Aproveite os testes anteriores para entender o que é esperado de você”, explica.

2.    Cronometre o tempo de resolução de cada bloco de perguntas 

No dia da prova, não será possível levar relógio para dentro da sala de exame. Isso faz com que muitos estudantes percam a noção de tempo após certo período de resolução. Habitue-se a cronometrar o tempo mínimo de resolução de cada questão e do total do exame quando for praticar. “É importante saber quanto tempo leva para resolver questões da área em que se tem mais dificuldade. É nessas horas, normalmente, que o estudante perde noção de quanto gastou de tempo e se desespera”, conta.

3.    Escreva espontaneamente sobre temas em debate nos meios de comunicação

Desista de tentar prever qual será o tema de redação deste ano: muito provavelmente você não vai acertar. O ideal é estar conectado à maioria dos fatos e escrever espontaneamente sobre eles, com frequência. “O ENEM é muito claro nas suas exigências: ele não quer um especialista ou doutor em determinado assunto, mas, sim, um estudante que consiga se posicionar de forma ética, igualitária, com coerência e boa argumentação sobre qualquer tema que surgir em sua vida como cidadão”, orienta Dinamara.

PRÉ-ENEM UNINTER

O PRÉ-ENEM a distância UNINTER possibilita ao aluno se preparar no ritmo que quiser e onde estiver. É disponibilizado em dois formatos: Na fase 1, o curso é 100% on-line, com um módulo completo que permite ao aluno estudar com antecedência. A fase 2 consiste em aulas ao vivo no polo de apoio, com um curso intensivo que traz conteúdos inéditos e específicos para quem busca uma revisão, próxima a data da prova.

Sobre o Grupo UNINTER

O Grupo UNINTER é o maior centro universitário do país, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).  Sediado em Curitiba (PR), já formou mais de 500 mil alunos e, hoje, tem mais de 200 mil alunos ativos nos mais de 200 cursos ofertados entre graduação, pós-graduação, mestrado e extensão, nas modalidades presencial, semipresencial e a distância. Com mais de 700 polos de apoio presencial, estrategicamente localizados em todo o território brasileiro, mantém quatro campi no coração de Curitiba. São 2 mil funcionários trabalhando todos os dias para transformar a educação brasileira em realidade. Para saber mais acesse uninter.com.

Gastronomia, Notícias

WikiMaki inaugura oitava unidade em Curitiba

Rede de comida japonesa quer chegar a 20 unidade até 2020; Nova loja vai contar com sistema de autoatendimento para clientes 

A rede de comida japonesa WikiMaki inaugura no mês de setembro a oitava unidade, no bairro Portão, em Curitiba. A nova loja tem capacidade para atender 90 pessoas, estacionamento próprio para clientes e conta com atendimento to go e delivery.

Entre as novidades, a unidade do Portão vai dispor de um sistema de autoatendimento, para melhorar a agilidade de entrega de seus produtos. Para pedidos to go, será disponibilizado um totem para que os clientes possam realizar o seu pedido e aguardar na loja. Já para os pedidos para consumo na loja, os clientes poderão realizar através de tablets que estarão disponíveis nas mesas. No cardápio, são mais de 40 tipos de temakis, entre eles de salmão, atum, camarão, vegetariano, especiais e doces; sushis, sashimis, pokes, pratos quentes e sobremesas.

A unidade leva o novo conceito da marca, que se aproxima do modelo “casual dining” e oferece um ambiente confortável aos clientes, reforçando os tributos da marca: alimentos frescos e preparo artesanal. A cozinha tem conceito aberto, que melhora a amplitude do ambiente e traz transparência ao processo do preparo dos alimentos.

Planos de expansão

A loja do Portão faz parte dos planos de expansão do WikiMaki, que pretende chegar a 20 unidades até 2020 e faturamento anual de mais de R$ 50 milhões. Nos próximos meses, a rede irá inaugurar mais duas unidades, em Foz do Iguaçu (PR), e em Balneário Camboriú (SC). A cidade de São Paulo também está nos planos da expansão da rede para o primeiro semestre de 2019.

Modelos de franquia

O projeto de expansão tem três formatos de negócios – Sushi House, Express e Wikidelivery – os quais podem ser implantados em pontos de rua, shoppings, quiosques, aeroportos, dentre outras possibilidades, facilitando o leque de opções para quem quer ter o seu próprio negócio. O local ideal para a abertura de uma nova loja é um ponto comercial com fluxo contínuo de pessoas, sobretudo das classes A, B e C, em cidades com população a partir de 250 mil habitantes.

Ao franqueado são ofertados benefícios como auxilio na obtenção de financiamento para abertura da loja; auxilio na escolha do ponto comercial; projeto arquitetônico conforme padrão da rede; treinamento pré e pós abertura com acompanhamento periódico e visitas in loco na loja; produtos com marca registrada e a melhor negociação com rede de fornecedores.

Tipos de franquias do WikiMaki:

Wikidelivery

Loja com foco na entrega de produtos, através de drivers ou bikers.

Tamanho: 150 metros quadrados

Taxa de franquia: R$ 30 mil

Investimento inicial: R$ 70 mil

Capital de giro: R$ 30 mil

Mínimo de funcionários: 8

Express

Loja com mix de produtos otimizados, com serviço to go.

Tamanho: 45 metros quadrados

Taxa de franquia: R$ 35 mil (R$ 40 mil com delivery)

Investimento inicial: R$ 250 mil

Capital de giro: R$ 30 mil

Mínimo de funcionários: 14

Sushi House

Loja com estrutura de serviço completo com atendimento em massa, atendimento to go e mix de produtos completo.

Tamanho: 150 metros quadrados

Taxa de franquia: R$ 45 mil (R$ 50 mil com delivery)

Investimento inicial: R$ 350 mil

Capital de giro: R$ 50 mil

Mínimo de funcionários: 25

Taxa de propaganda: 2% sobre o faturamento

Royalties: 4% sobre o faturamento

Prazo de retorno: 24 meses

Lucratividade mensal: 12% a 13%

Faturamento médio mensal: de 120 mil a 300 mil

Interessados podem obter mais informações: www.wikimaki.com.br e franquias@wikimaki.com.br

WikiMaki Portão – Curitiba (PR)

Endereço: Rua Luiz Parigot de Souza, 198 – Portão

Horário de funcionamento:

SEG – QUI 11h30 – 14h30 e 18h – 00h

SEX 11h30 – 14h30 e 18h – 01h

SAB 12h – 01h DOM 12h – 00h

Delivery: DOM – QUI 18h – 23h30 | SEX – SÁB 18h – 00h

Curso e concursos, Funny - Divirta-se

Mostra de Teatro tem 25 peças gratuitas em Curitiba

Espetáculos são apresentados de 15 a 23 de setembro, no Colégio Positivo

Amor, alegria, tristeza, respeito, resiliência, felicidade. Esses são alguns dos temas retratados na Mostra de Teatro do Colégio Positivo, que acontece de 15 a 23 de setembro. Com o tema “Sentimentos que transformam”, os alunos de Teatro da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio encenam 25 peças, gratuitas e abertas ao público, no Colégio Positivo – Jardim Ambiental, em Curitiba.

De acordo com a professora de Teatro do Colégio Positivo e coordenadora da Mostra deste ano, Liz Santos, as peças encenam situações que colocam os sentimentos em prol de mudanças. “Por meio de enredos inspiradores, os espetáculos carregam histórias que provocam sensações e aguçam sentimentos ”, conta. Segundo ela, os alunos se envolvem com a peça desde a criação da história até a interpretação. “Costumo partir da pergunta: o que vocês querem dizer para o público e o que podemos apresentar para que eles possam refletir? E, a partir disso, decidimos os personagens e criamos relações entre eles”, explica.

A Mostra de Teatro do Colégio Positivo faz parte da décima primeira edição da Posiarte – um projeto cultural que visa estimular e divulgar as potencialidades dos alunos e sua capacidade de inovação e criação. São mais de sete mil estudantes da Educação Infantil ao Ensino Médio do Colégio Positivo, de Curitiba (PR), que participam da Posiarte, com apresentações de canto, dança, interpretação, movimentos de ginástica, textos, videoclipes e artes plásticas.

Serviço

Mostra de Teatro – Colégio Positivo

Data: 15 a 23 de setembro

Local: Colégio Positivo – Jardim  Ambiental (Rua Itupava, 985 – Hugo Lange)

Programação

Sábado – 15 de setembro

A magia do castelinho de areia – 15h

Um grupo de crianças em férias na praia está se divertindo e brincando com suas imaginações. A praia se transforma em reino e as crianças em personagens da corte. Uma aventura cheia de doçura.

Feitiços que transformam – 15h45

Mais um dia normal na floresta, onde as bruxas criam poções durante o dia, para que a cidade seja feliz, e o bruxo dorme durante o dia para criar seus fantasmas durante a noite. A visita de um grande amigo, Xain Gojira, faz com que uma pequena confusão aconteça, ao trazer um de seus ingredientes especiais para a poção das bruxinhas. Agora terão que pedir a ajuda do bruxo para fazer uma poção durante o dia. Será que conseguirão desfazer essa grande confusão? Qual será esse ingrediente especial?

Hannah and the purple crayon – 16h30

Hannah é uma menina solitária que gasta a maior parte do tempo brincando no seu quarto. Um dia, três fadas aparecem e oferecem a ela uma oportunidade mágica: um giz com poderes especiais. Qualquer coisa que ela desenhasse ganharia vida. Hannah não perde a oportunidade e faz tudo que ela já imaginou se tornar realidade, criando uma série de aventuras inesquecíveis. Espetáculo em inglês.

Quintal Encantado – 17h15

A peça conta a história de meninas que descobriram que passar as férias na casa da avó, longe das tecnologias, pode ser muito divertido, ainda mais quando a casa é cheia de surpresas e aventuras.

Quando o tempo passa – 18h

A peça relata um dia na vida de um grupo de idosas que vivem em uma vila. Suas rotinas, a convivência diária uma com a outra. A ideia é resgatar memórias de uma velhice que está deixando de existir, com o passar do tempo.

O julgamento – 18h45

O julgamento retrata uma história fictícia de uma personagem criada pelos alunos, na qual o intuito é conscientizar as pessoas para as pequenas ações do dia a dia. A peça homenageia Zilda Arns, que presenteou a humanidade com muitas atitudes boas em prol das crianças do mundo.

Em busca do esquecido – 19h30

Uma guerra deixa sérias sequelas em qualquer sociedade e, mesmo no mundo dos sentimentos, é capaz de transformar a essência de cada um. A peça apresenta a história de sentimentos que precisam conviver com a ausência de suas lembranças.

Domingo – 16 de setembro

A importância do imaginar – 15h

Em um mundo imaginário, no qual seus personagens também são imaginários, brincalhões e muito felizes, uma maquinista os conduz nesta história. Um ser, com poderes de gelo e fogo, causa um medo em todos, por não saber como usá-los. Um sentimento de raiva faz com que ele congele todos e a maquinista terá que ajudar os personagens.

De alguma maneira, é preciso começar – 15h45

Uma colagem de histórias de pessoas que seguiram suas vontades, seus desejos e seus ideais, independente das opiniões negativas que lhe diziam – e assim se transformaram em pessoas importantes para a história do mundo.

A ilha encantada – 16h30

Na ilha encantada vivem pequenas fadas que protegem a natureza do lugar. Em um lindo dia de sol, elas são surpreendidas por personagens que vieram de muito longe. Elas precisam voltar para casa e são ajudadas pelas habitantes da ilha e pelas visitantes inesperadas que aparecem por lá.

Todas Juntas – 17h15

Morar em um orfanato desde pequenina fez com que garotas se tornassem muito unidas, mesmo com diferenças aparentes. Mas, quando têm um desafio pela frente, precisam unir forças para transformarem sentimentos e continuarem juntas.

Feelings come true – 18h

Imagine se antes de nos tornarmos humanos, houvéssemos nascido num planeta muito distante, chamado “Utopia”. Na peça, os robôs experimentam uma rotina perfeita, sem emoções. Assim que têm sentimentos em relação aos outros, passam de um mundo preto e branco para uma vida mais colorida. Espetáculo em inglês.

What lies behind the truth – 18h45

Cinco amigos estão se divertindo numa festa. Muitas risadas e estórias, até o momento em que um jogo começa. A partir daí, segredos são revelados, amizades são destruídas e uma noite, que parece simples. torna-se algo muito mais complicado. Espetáculo em inglês.

Sábado – 22 de setembro

Far far away – 15h

Fadas decidem criar um lindo reino com muitas princesas. Em outro, para obterem suas coroas, precisam ter uma majestosa bola real. Nada é tão simples quando as coisas não acontecem conforme planejado. Espetáculo em inglês.

Alegria no fundo do mar – 15h45

O desejo de uma Orca, de ter amigos, é atendido pela fada. Esses amigos vêm de um lugar muito especial: a Terra. Mas quem não gosta nada disso são os seres marinhos que adoram seu silêncio e, agora, com tanta alegria, o fundo do mar virou uma barulheira só. Eles roubam da fada um feitiço para deixar todos tristes e somente dois seres terrestres poderão lhes ajudar: Neymarjackson e Peléjackson terão que mostrar suas habilidades.

Waving for my destiny – 16h30

Rebecca é uma onda muito curiosa. Ele vive em busca de novos mistérios e aventuras com suas grandes amigas, as bolhas. Depois de pensar muito, Rebecca descobre que tem uma grande pergunta: o que acontece quando ela chega ao litoral? Com isso em mente, ela se aventura através dos sete mares e, no caminho, ela encontra criaturas assustadoras e divertidas que podem ajudar – ou perturbar – sua busca. Espetáculo em inglês.

O mundo encantado dos unicórnios – 17h15

Neste pequeno mundo, vivem personagens muito divertidos. A história de lindos unicórnios que salvam a natureza é contada. Porém, eles precisam se proteger dos vilões que aparecem para ocupar os seus lugares.

A poção que transforma – 18h

Em uma escola de bruxos com segurança máxima, todos são especiais e precisam honrar a tradição de suas famílias. Mas, um dia, alguém consegue driblar a segurança para transformar as percepções de todos da escola.

O circo voltou – 18h45

A história de um circo muito antigo que está a beira de falir, pois não tem mais público. A dona do terreno quer ele de volta e une-se à gerente do banco para despejar os artistas dali. Em meio a tanta desventura é encontrada uma solução para que continuem no mesmo lugar e conquistem o público novamente.

A outra face do Rei – 19h30

Inspirada no clássico de Shakespeare, Hamlet, a peça mostra como a vingança é capaz de motivar ações do ser humano – e que as consequências podem ser inesperadas.

Domingo – 23 de setembro

Escola de vilões – 15h

Os alunos da escola de vilões estão focados em suas matérias, em que aprendem a ser maus uns com os outros, dar gargalhadas de vilões, dominar o mundo e fazer poções do mal. Até que, neste dia, uma das alunas tem em mãos um livro de “Como ser gentil com as pessoas” e começa a questionar a todos do porquê eles tem que ser maus – afinal, lhe parece que ser bom também é legal. Qual será a reação dos alunos e professores desta escola? O que vale mais: a maldade ou a bondade?

Do outro lado – 15h45

Era uma vez uma vovozinha muito querida que vivia com suas netinhas em uma cidade grande. Em um belo dia, uma linda fadinha a leva para um mundo encantado cheio de personagens fantásticos. Lá, ela vive momentos mágicos com os protetores da natureza. Suas netinhas vão ao seu encontro e entendem o verdadeiro sentido das palavras respeito, família e amor.

O incrível mundo da Docelândia – 16h30

O reino da Docelândia está em perigo: as casas de doces estão derretendo porque o sol está aquecendo muito. Mas por que isso está acontecendo?

Sorriso encantado – 17h15

Em uma floresta encantada, todos gostam muito de sorrir. Duas médicas loucas decidem criar uma menina louca para pegar o sorriso de toda população da floresta. Todos se unem para descobrir quem roubou. Traga seu sorriso! Venha conosco para saber o porquê desta invenção das médicas loucas.

E não sobrou nenhum – 18h

A história é uma releitura da obra clássica de Agatha Christie, na qual os personagens estão vivendo uma aventura em uma ilha deserta, tentando desvendar um grande mistério que os envolve. O espaço e a consciência dos personagens se misturam.

Notícias

Projeto Vozes da Cidade recebe Thaïs Morell e Lê Coelho

Os artistas tocam juntos no palco do Centro Cultural Sesi Heitor Stockler de França em show com ingresso solidário

Divulgação

O projeto Vozes da Cidade promove mais uma rica parceria musical no Centro Cultural Sesi Heitor Stockler de França. Desta vez, o cantor, instrumentista e autor paulistano Lê Coelho se apresenta ao lado da curitibana Thaïs Morell, no dia 13 de setembro. A ação possui ingresso solidário.

Cantora, instrumentista, compositora e professora de música, Thaïs Morell é um promissor talento da capital paranaense. Uma curitibana do mundo, como costuma ser classificada. Isso porque carrega consigo referências dos diversos países por onde passou: morou na Finlândia, depois em Gana, na África ocidental, e em terras espanholas. Ao longo da carreira, realizou shows e workshops em mais de 40 cidades da Espanha, França, Itália, Uruguai, Estônia, Bélgica, Holanda, Inglaterra, entre outros países.

Com dois discos lançados –   “Cancioneira” (2012) e “Amaralina” (2015) – o trabalho de Thaïs se desdobra em belas canções e múltiplas sonoridades. Ela é formada em Educação Musical pela Faculdade de Artes do Paraná e Mestre em Música pela Universitat Politècnica de València. Seus álbuns apresentam um universo de sons brasileiros com toques de jazz e world-music, passando longe dos clichês.

Formado em Música Popular pela Unicamp, Lê Coelho é um paulistano que até os 15 anos de idade mal conhecia a Avenida Paulista. A sua cidade, segundo ele, era o bairro do IMIRIM, na zona norte paulistana. A sua relação com a região ainda hoje é tão intensa, que o seu último disco, lançado no ano passado, levou o nome do bairro.  O trabalho conta com parcerias de destaque, como a de Zeca Baleiro.

No álbum IMIRIM, Lê Coelho atua como compositor, cantor, violonista, guitarrista e produtor. A linha central do disco são as levadas de bateria e suas cadências que trazem influências do rap e do rock misturadas ao samba e à canção brasileira.

No projeto Vozes da Cidade, os dois artistas unem suas sintonias e diferenças musicais em um show com entrada franca que acontece às 20h. O Sesi Cultura Paraná pede na ocasião a doação voluntária de um litro de leite ou um livro infantil que podem ser trocados no dia da ação, com uma hora de antecedência.

O SESI CULTURA PARANÁ APRESENTA:

Projeto Vozes da Cidade com Lê Coelho e Thaïs Morell

Data: 13 de setembro

Horário: às 20hs (duração: 60 min)

Valor: ingresso solidário – doação de 1 litro de leite ou 1 livro infantil

Classificação: livre

Local: Centro Cultural Sesi Heitor Stockler De França

Endereço: Av. Mal. Floriano Peixoto, 458 – Centro

Observação: espaço sujeito a lotação (retirar ingresso com antecedência)